A festa do Shavuot e os heróis da Bíblia.

“Acredito”, disse Abraham Lincoln, “a Bíblia é o melhor presente que Deus já deu ao homem”.

Neste próximo domingo, tanto nós comemoramos o Pentecostes como os judeus comemoram o Shavuot, a festa que comemora a doação da Torah para o povo judeu. Segundo a tradição judaica, Deus ofereceu a toda a humanidade, mas eles se recusaram a aceitá-la. Eles não estavam prontos para serem obrigados por suas leis ou serem guiados por seus valores.

A Torá foi dada primariamente não para nossa informação, mas por nossa transformação – e para ser verdadeiramente transformados por ideais precisamos de modelos, histórias daqueles que tiveram sucesso para nos inspirar e histórias daqueles cujos fracassos servem como advertência contra vidas desperdiçadas e legados negativos.

Há um preço alto a ser pago quando a sociedade transforma suas celebridades em modelos e – talvez por falta de exemplos verdadeiros – ignora os heróis do caráter, da virtude e da nobreza ética. O poder da Torá em nossas vidas e as vidas de nossos filhos é a força do exemplo, a influência dos gigantes do nosso passado para moldar os sonhos e as aspirações do nosso futuro. As narrativas da Torá são as ilustrações necessárias para a possibilidade de seu cumprimento.

A Torá não é uma lista do que fazer ou não fazer, mas uma história emocionante de grandes homens e mulheres, de nossos patriarcas e nossas matriarcas, de Moisés e de Aarão, e de pessoas comuns que quando o mundo disse que não podem, responderam com confiança que poderiam – e que fariam.

Os rabinos têm uma imagem fascinante para o momento em que recebemos o maior presente da história. O midrash nos diz que Deus levantou a montanha sobre nossas cabeças. Uma das mais belas interpretações é que o propósito era criar uma Khuppa simbólica, o dossel de noiva usado para santificar o casamento. O evento do Sinai foi um casamento feito no céu, ligando-nos metaforicamente a Deus como marido e mulher.

É um casamento que continuamos a celebrar todos os Shavuot. Nós valorizamos a Torá que Ele nos confiou naquele tempo. Agradecemos a Ele também por nos dar a oportunidade de nos desafiarmos a viver de acordo com o nosso potencial de grandeza – porque é por isso que não nos faltam modelos e magníficos heróis.

Fonte: Aish.com    /    Tradução e adaptação: Fr. Joel Moreira, NDS.

Comments

comments

Post Tagged with , ,

Comments are closed.