A relação entre a Quaresma e a Páscoa Judaica.

Muitos cristãos e judeus sabem da ligação entre a Páscoa Judaica e a Páscoa Cristã. Mas e quanto à conexão entre os 40 dias da Quaresma e a Páscoa?

À primeira vista, a Páscoa Judaica e o engajar-se na disciplina da Quaresma parecem ter pouco em comum. Nós encontramos o paralelo, no entanto, quando olhamos para a Páscoa de forma mais ampla. A Páscoa Judaica inclui os meses de preparação para a refeição em si.

Para os judeus observantes da Páscoa, a preparação é tão importante quanto a própria refeição. Eles preparam limpando suas casas do fermento e estudando a história do Êxodo. Também se preparam por meio do exame de consciência, assim como a Quaresma prepara os cristãos para a Páscoa.

Ambas as preparações para a Quaresma e para a Páscoa judaica têm a sua inspiração na história do Êxodo. A Quaresma dura tradicionalmente 40 dias.

Este número é obtido pelo tempo que Jesus passou jejuando no deserto depois de seu batismo por João Batista. Esses 40 dias foram preparação para proclamar a mensagem da salvação.

Este número e o propósito tem paralelo na experiência israelita durante o êxodo. Eles viviam no deserto por 40 anos. Estes 40 anos foram preparação para experimentar a redenção na Terra Prometida.

Uma outra conexão é encontrada na noção de renascimento. Ambos Páscoa judaica e Quaresma acontecem na primavera, o tempo em que a natureza se renova. O nascimento não acontece automaticamente.

Assim como um bebê é gerado no ventre de uma mãe por nove meses, do mesmo modo o nascimento do mundo exige uma preparação. Quaresma é o período de preparação. Culmina na Páscoa, celebrando a ressurreição de Jesus e, efetivamente, o renascimento da humanidade.

Para os judeus, a Páscoa celebra o renascimento do povo judeu. Quando eles deixaram o Egito, eles ganharam uma nova vida em uma nova terra com um novo conjunto de leis. A refeição da Páscoa é um momento para participar nesse renascimento. Nós experimentamos o que os israelitas experimentaram.

Assim, a preparação para a Páscoa é como se preparar para o renascer. Assim também é a Quaresma.

Fonte: Rabi Evan Moffic (reformjudaism.org).
Tradução: Fr. Joel Moreira, NDS.

Comments

comments

Post Tagged with , ,

Comments are closed.