“As sementes começam a germinar”, afirma noviço Nayon sobre Noviciado.

Noviços com Ir.  Jilvaneide durante formação.

 O noviciado dos Religiosos de Sion começou no dia 20 de Janeiro (dia da Aparição de Nossa Senhora de Sion), cuja casa se encontra em Mogi das Cruzes, São Paulo. São três noviços de diferentes lugares do Brasil: Nayon (Rio de Janeiro), Cristiano (Santa Catarina) e Fabiano (Alagoas). Pe. Jenuário Beo é o mestre de noviços e o Pe. Faustino Tonini ajuda na formação. Um dos noviços, Nayon Cezar explicou ao blog FOS como está sendo sua experiência. 

“A um mês do início do noviciado ainda é pouco tempo para descrever o que de fato o noviciado mudou em mim, mas com um mês já posso dizer que as sementes plantadas há quatros anos de ingresso na congregação dos religiosos de Sion começam a germinar neste período. 

Para mim, no noviciado tudo passou a ser visto por uma ótica diferente; a oração adquiriu um novo gosto; o trabalho, mesmo deveras cansativos em alguns momentos, possui um significado mais comunitário. Tenho percebido a grande importância da vida comunitária, que é a base da vida religiosa e sem a qual ela não se sustenta. 
Como é agradável saber que nos preparamos para ingressar em uma família em que todos possuem o mesmo objetivo que é servir a Igreja de Cristo, com o carisma de Sion. Desse modo, para mim ser noviço é bom, porque seguimos os mesmos passos que milhares de outras pessoas já seguiram e que nos dá como meta não o comodismo do dia-a-dia, mas a santificação através do trabalho dedicado aos necessitados seguindo as pegadas do Mestre”, disse ele.

Da esquerda: Pe. Beo, Nayon, Pe. Faustino, Ir. Julvaneide, Fabiano e Cristiano.

Imagens: Noviciado Sion 2015 (Facebook)
Apoio: Nayon Cezar

Comments

comments

Post Tagged with , ,

Comments are closed.