O silêncio da indiferença

Na última quarta-feira, na conclusão da Audiência geral na Praça São Pedro, no Vaticano, o Papa Francisco, com a voz embargada, deu voz mais uma vez ao sofrimento de milhares de cristãos em todas as partes do mundo.
O Papa dirigiu seu pensamento para aqueles que sofrem por causa da fé. De todas as partes do planeta vozes sofredoras, sufocadas pelo silêncio da indiferença, buscam respiro no cenário internacional, para poder ver a sua dignidade preservada.

Na quarta-feira o Papa Francisco descreveu a sua grande tristeza pelos casos dramáticos de cristãos que são perseguidos e mortos em todas as partes do mundo por causa da sua fé. O Papa disse que sentia a necessidade de expressar a sua profunda proximidade espiritual às comunidades cristãs duramente atingidas por uma violência absurda que não dá sinais de aplacar-se.

São milhares os cristãos martirizados, em pleno século 21: basta pensar em países como, Paquistão, Afeganistão, Iraque, Síria, entre outros.

O Papa encorajou pastores e fiéis a serem fortes e firmes na esperança. Sim, a esperança dá o tom ao cristão. Esperar que os corações de pedra se transformem em corações de carne, onde o sentimento e o respeito pelo outro seja o caminho comum que conduz o homem pelas estradas da vida. 

Fonte: news.va

Comments

comments

Post Tagged with , , , ,

Comments are closed.